captura

Projeto Erasmus + no Agrupamento de Escolas de Seia

“A MOMENT OF SILENCE FOR WOMEN”

O AES vai iniciar, este ano letivo, o projeto Erasmus + “A Moment of Silence For Woman”, no âmbito da Ação Chave 2- projeto de parceria para o intercâmbio de Boas Práticas, com a duração de 2 anos. Holanda é o país coordenador deste projeto, no qual participam as escolas Uluslararasi Kaptan Ahmet Erdogan Imam Hatip Liseli (Turquia); Liceu Classico e Linguistico Carmine Sylos ( Itália); Girl’s Day School Trust (UK); Kauno buitiniu paslaugu ir verslo mokykla (Lituânia) e AES (Portugal).

O projeto assenta em 3 pilares principais:

  • A importância de viver em harmonia um com o outro em respeito mútuo
  • "As mulheres merecem mais"
  • Educação masculina para os direitos das mulheres

Na verdade, este projeto aborda uma temática que faz todo o sentido trabalhar bem cedo nas escolas, a fim de se evitarem situações futuras de irresponsabilidade criminosa. Assim, olhar a mulher como um ser merecedor de respeito e dignidade pode considerar-se o fio condutor do projeto. Logo, este projeto condena claramente a violência contra as mulheres, pois a violência contra as mulheres é uma violação dos direitos humanos com base na discriminação de género, a violência contra as mulheres é uma violação do direito à vida, segurança, dignidade, liberdade e integridade física das mulheres porque são mulheres.

Neste sentido, o objetivo deste projeto é chamar a atenção para o facto de que a discriminação contra as mulheres não é apenas um problema para os grupos discriminados, mas também para toda a sociedade. Ao mesmo tempo, pretende mostrar-se que, apesar do aumento dos direitos e liberdades humanos, as mulheres ainda têm um problema de exclusão social, política e económica, pese embora o aumento a nível da educação e participação das mulheres na vida profissional.

Em colaboração com os parceiros sociais, os alunos, professores, pais, comunidade local e organizações que trabalham questões como violência contra a mulher, discriminação e desigualdade de género, irão sensibilizar para estes problemas, promover campanhas dentro do escopo do projeto e desenvolver, se possível, soluções.

Todos estão portanto envolvidos no projeto. Alunos, professores, pais dos alunos, todo o pessoal da escola, organizações locais, agências nacionais e ministérios da educação de cada escola parceira estão incluídos no projeto.

Cada país parceiro será responsável por preparar uma reunião e organizar todas as atividades e acolhimento dos alunos em famílias. Para cada reunião, os parceiros trabalharão com os seus alunos um tópico relativo à temática do projeto. Antes de cada mobilidade, os alunos preparam apresentações e discutem os tópicos abordados. Após cada mobilidade, será feita, tanto pelos alunos como pela equipa, uma conferência em cada comunidade escolar sobre as experiências e impressões acerca do trabalho realizado.

Finalmente, e por tudo o que foi dito, o projeto precisa das inscrições dos nossos alunos. Façam-no então através do preenchimento do formulário da Google Forms que se encontra à disposição para o efeito.

A equipa Erasmus
Célia Pina & Cristina Almeida


Imprimir   Email